Vereador Silvânio Barbosa é sepultado em clima de muita comoção

Niviane Rodrigues

domingo, 09 de setembro de 2018 às 23h15

Dicom/CMM

Um clima de comoção e revolta marcou o velório e o sepultamento do vereador Silvânio Barbosa (MDB) neste domingo (9). O parlamentar foi barbaramente assassinado e o corpo encontrado no apartamento onde morava, no Benedito Bentes, no sábado (8). A polícia prendeu na Paraíba um homem que confessou o crime. Familiares, amigos, moradores do Benedito Bentes, vereadores que integram a Câmara Municipal de Maceió, funcionários do Legislativo Municipal, políticos e gestores públicos lotaram o ginásio do Colégio Fantástico, localizado no mesmo bairro, para dar o último adeus ao parlamentar. 

O presidente da Câmara, Kelmann Vieira (PSDB), compareceu ao velório e prestou sua integral solidariedade aos familiares do vereador. Acompanhado do senador Fernando Collor (PTC), Kelmann declarou tratar-se de um momento de profunda consternação para Maceió e o Estado, que segundo ele, perderam um líder.

O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), também esteve no local para levar seu apoio à família e a amigos do vereador. “Silvânio é um ser humano incrível, uma grande liderança de Maceió, que depois se expressou também na política. O que ocorreu com ele trata-se de uma brutalidade gigantesca, que nós repudiamos de todas as formas. Infelizmente, perdemos um grande amigo, uma pessoa humana incrível, que sempre ajudou, sobretudo, àqueles que precisavam mais”, afimou.  O governador disse que vai solicitar a autorização da Assembleia Legislativa para dar o nome dele à avenida de acesso ao Benedito Bentes, “que era grande paixão do Silvânio”, informou.

O ex-governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB), também compareceu ao sepultamento, bem como deputados e ex-deputados.

À tarde, o cortejo fúnebre percorreu ruas do bairro, em direção ao Memorial Parque Maceió, também no Benedito Bentes, onde Silvânio foi sepultado. Milhares de pessoas acompanharam o velório e o sepultamento. Choro, dor e revolta se misturavam entre aqueles que foram se despedir do vereador. 

O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas disponibilizou dois caminhões da corporação. Um deles, para fazer o transporte do caixão do local do velório até o cemitério, e o outro de apoio para quem precisasse de assistência. Por onde o cortejo passava, as pessoas acenavam num gesto de adeus a Silvânio. Passava das 17h quando o corpo do vereador baixou à sepultura sob aplausos da multidão que acompanhava.

 

Familiares, amigos e funcionários da Câmara prestam homenagem

Durante o velório e no sepultamento, amigos expressaram sua dor e enalteceram a pessoa de Silvânio como um líder. Também agradeceram o carinho e apoios recebidos. “É um momento de muita dor. A família agradece a solidariedade de todos que vieram aqui, à multidão que está no Benedito Bentes, que era a terra do Silvânio Barbosa. Ele sempre disse que quando morresse gostaria de se enterrar aqui, ao lado da família, e assim está sendo feito. A comunidade está prestando uma justa homenagem a ele. O Benedito Bentes inteiro compareceu. Agora é a gente passar esse momento de luto e aguardar a apuração dos fatos pelas autoridades”, afirmou Alexandre Barros, amigo de Silvânio e da família. 

Funcionários da Câmara também falaram sobre a importância de Silvânio para o parlamento e como amigo. O diretor-superintendente da Casa de Mário Guimarães, Otávio Henrique Rego, destacou o trabalho e a pessoa de Silvânio Barbosa. “Sempre foi um vereador muito atuante. Sempre presente nas sessões ordinárias. Não perdia uma. E todas as matérias polêmicas ele se posicionava, independente de quem estava apoiando. Se fosse para criticar o governo do Estado, criticava; se fosse para criticar o município, ele criticava. Se fosse para elogiar, ele elogiava. Então, ele sempre foi um cara muito independente!”, afirmou.  .

O diretor de Comunicação da Casa, Marco Aurélio Mello, destaca uma característica particular de Silvânio Barbosa: o bom humor sempre. “Ele podia estar contrariado, irritado com alguma coisa, mas era sempre brincalhão. Fazia a pessoa rir com um comentário que fazia, com alguma situação que contava. É essa boa lembrança do vereador que vamos guardar. Conhecia Silvânio deste a época de União dos Estudantes Secundaristas e como repórter fiz várias reportagens com ele, na Uesa, na Prefeitura Comunitária, como conselheiro tutelar e como parlamentar. Perdemos um amigo. Ele não merecia tamanha brutalidade, tamanha violência”.

Funcionária da Câmara há 25 anos, Josilene Pereira, do setor de taquigrafia, também falou sobre seu sentimento e a figura de Silvânio. “Ele era uma pessoa muito comprometida, principalmente com a sociedade, principalmente aqui do Benedito Bentes e de toda Maceió. Um vereador muito atuante, admirado e muito querido por todos nós. Todos os funcionários. De uma alegria contagiante. Quando ele chegava, dizia, com a alegria dele: “Boa tarde, minha família linda”. Era o tempo todo assim”, disse a servidora pública.

TRAJETÓRIA - Há uma semana, o ginásio do Colégio Fantástico, no Benedito Bentes, onde o corpo de Silvânio foi velado, foi o espaço utilizado pelo parlamentar para prestar contas de seu trabalho na Câmara à comunidade onde vivia desde os dez anos de idade. Natural de Anadia (AL), Silvânio Barbosa dos Santos ganhou projeção política como líder comunitário no Benedito Bentes onde atua desde 1997. Foi assim que conquistou, em 2012, o primeiro mandato de vereador por Maceió obtendo 10.321 votos. Formado em História, era professor do ensino fundamental e médio, e sua atuação na Câmara Municipal de Maceió é voltada às áreas da saúde pública, educação, moradia e transportes. Em 2016, foi reeleito com 7.160 votos. 

 

Vereadores lamentam a morte do amigo e repudiam violência

Apesar de abalados com a perda do amigo, os vereadores de Maceió não deixaram de comentar sobre o político e ser humano Silvânio Barbosa, ao mesmo tempo em que repudiaram a violência da qual o parlamentar foi vítima. Desde o sábado, os parlamentares vêm postando em suas redes sociais a consternação pelo ocorrido e neste domingo estiveram no Benedito Bentes para acompanhar o funeral do parlamentar.

Kelmann Vieira (PSDB)

É com pesar que nos despedimos do vereador Silvânio Barbosa. Sem dúvidas, uma grande perda para a Câmara Municipal de Maceió. Minhas condolências a toda família e amigos.

Silvania Barbosa (PRB)

Quem conhecia o Silvânio sabia do meu vínculo de amizade com ele, não como político, mas era como pessoa. Sinto-me arrasada. O Benedito Bentes perdeu uma pessoa muito importante. Hoje a população não só do Benedito Bentes, mas de Maceió, está órfã. É muito drástico o que foi feito com ele. Ele não merecia isso de jeito nenhum. É muito cruel. Muito. A cena, a forma como foi feito. Realmente, sinto muito. Ele estava muito feliz pela prestação de contas de seu trabalho que fez na terça-feira aqui nesse local. Não sei como vou encarar entrar naquele Plenário. Meu vínculo com ele é muito forte, muito. De irmão mesmo. Nós perdemos uma pessoa muito importante na política. Eu só tenho a lamentar. Ele não merecia de jeito nenhum ter um fim desses.

Fátima Santiago (PP)

É uma perda que para os 20 vereadores que ficaram, eu creio que vai deixar uma marca muito grande na memória e no coração de todos nós, porque ele era assim intempestivo, mas um vereador extremamente atuante. Ele era o vereador de Maceió, mas na parte alta da cidade, com ênfase no Benedito Bentes, ele era impecável. Tudo era para o Benedito Bentes. Tanto que era conhecido como Silvânio do Benedito Bentes. Desde a hora que eu fiquei sabendo, a notícia chegou de forma tão agressiva, que eu não tive condições de mais nada. São seis anos de convivência dentro da Câmara, então afeto tem que ter. Ninguém consegue viver com o outro seis anos sem querer bem, tem embates, discussões, mas no geral, como todo político, a gente se abraça e se gosta, toca a vida. É lamentável.

Eduardo Canuto (PSDB) 

Lamentável a notícia da perda do colega vereador Silvânio Barbosa. Tivemos diversos embates propositivos em favor do desenvolvimento de nossa Maceió, o que gerou um natural respeito e admiração recíprocos. Perde muito a capital alagoana com sua partida. Que encontre paz, luz e Deus conforte os corações de seus familiares e amigos. 

José Márcio Filho (PSDB)

A Câmara de Vereadores de Maceió perdeu um grande representante e eu perdi um grande amigo. O sentimento da Câmara é de muita tristeza e muita revolta pela forma brutal como ele foi assassinado. 

Davi Davino (PP)

"Foi com muita tristeza que recebi a notícia do assassinato do meu amigo vereador Silvânio Barbosa. Meus sentimentos a toda família e que Deus conforte-os neste momento tão difícil. A Câmara Municipal de Maceió e toda sociedade perderam uma grande liderança política, que em toda sua trajetória buscou melhorias pela nossa cidade e principalmente pelo seu bairro, o Benedito Bentes".

Ana Hora (PDS)

Esse é um momento de muita tristeza para a gente. Nós sabemos da luta do nosso vereador e meu amigo em particular, Silvânio Barbosa. Neste momento eu quero desejar para a família que hoje eles possam ter a certeza que o Silvânio quando estava aqui na terra fez algo grande, não só para ele, mas deixou um marco no bairro do Tabuleiro do Martins e principalmente no Benedito Bentes. Uma pessoa de caráter, alegre, que contagiava as pessoas que estavam próximas. Eu agradeço a Deus por Ele ter me proporcionado este momento que eu fiquei na Câmara junto com o meu amigo Silvânio Barbosa.

Siderlane Mendonça (PEN)

É uma perda muito grande para a gente, principalmente para o Benedito Bentes. Eu também sou morador daqui da região. Nós dividíamos os votos. Então, nesse momento a gente tem a perda. A nossa Câmara perde um excelente vereador, um cara atuante, um vereador que se destacava e diante de qualquer situação de oposição, de divergências políticas que nós tínhamos vem uma tristeza. Com esse cidadão que cometeu esse crime, a covardia e a falta de sensibilidade humana. É um momento de tristeza para todos nós, tanto do Benedito Bentes como também para Maceió. 

Chico Filho (PP)

Perda lastimável para todos nós, para a Câmara principalmente. O vereador Silvânio era um vereador aguerrido, com uma história de vida fantástica, que a gente respeitava muito. Tínhamos as nossas desavenças, natural da política, mas ele é um cara super do bem, trabalhador, que brigava muito por sua comunidade, e a gente sente uma dor muito grande nesse momento. Confesso que vai ser difícil enfrentar aquele Plenário sem os gritos do Silvânio, sem ter aquele cara lá trazendo alegria para todos nós. 

Samyr Malta (PSDC)

É lamentável o que ocorreu e da forma como ocorreu. Muito triste, muito violento. Silvânio era uma pessoa do bem, não fazia mal a ninguém, com aquele jeito extrovertido dele. Uma pessoa que em tão pouco tempo a gente conquistou uma grande amizade. É um momento muito triste. Ficamos todos abalados, principalmente da forma como aconteceu. Espero que ele esteja com Deus, em paz e que Deus conforte os familiares e amigos do Benedito Bentes que precisam de conforto e de paz como toda população maceioense.

Francisco Sales (PPL)

É um sentimento de muita tristeza, sentimento de uma perda muito grande, tanto para nossa cidade quanto para o nosso parlamento. Perdemos um grande amigo, um grande líder, um grande vereador. A cidade vai sentir muito a sua falta, porque Silvânio sempre foi um dos primeiros a chegar à Câmara e um dos últimos a sair. Vai ser uma grande perda para o povo maceioense. Que Deus abençoe e conforte todas as famílias.

Ronaldo Luz (MDB)

Quero dizer a todos que a perda do Silvânio, de forma trágica, nos abateu muito. A gente sente essa dor profunda, mas uma coisa me preocupa: que nós estamos vulneráveis, expostos. Eu acredito que a justiça deve tomar medidas para evitar que continuem acontecendo fatos dessa natureza. Eu espero que a justiça se fortaleça para que fatos como esse não continuem acontecendo. Estou sentindo profundamente no coração a perda desse grande líder, desse grande vereador que tanto fez por Maceió e que ia fazer muito mais. Espero que ele esteja com Deus. 

Aparecida Augusta (DEM)

O mundo nos prega muitas surpresas. Muitas nos fazem sofrer, trazem tristeza, dor e luto. A sua partida, tão inesperada, foi uma dessas surpresas imprevisíveis do destino. Ninguém poderia imaginar que você nos deixaria tão cedo, tão abruptamente. Não podemos deixar mais um crime impune, pedimos que a justiça seja feita! Aos familiares e amigos, meus sinceros sentimentos. Descanse em paz.

Dudu Ronalsa (PSDB)

Minha solidariedade aos familiares e amigos do meu colega de Câmara Silvânio Barbosa pelo ocorrido. Muito triste o que aconteceu e acontece todos os dias em nosso Estado. Um crime brutal que tirou de nós um vereador atuante que sempre lutou pelos menos favorecidos. Que sua alma descanse em paz, Silvânio. 

Luciano Marinho (Podemos)

A partida do Silvânio foi uma perda grande para toda Maceió e, principalmente, para o bairro do Benedito Bentes. Eu tive a satisfação de conhecer o Silvânio há 25 anos quando juntos ingressávamos no movimento estudantil e após esse período Silvânio veio fazer política comunitária  no Benedito Bentes e no bairro Cidade Universitária, depois fui ser conselheiro tutelar no mesmo período em que o Silvânio também exercia o mesmo cargo. E tive a satisfação de agora, como vereador, chegando à Câmara, encontrar o Silvânio. Um grande amigo, um grande parceiro. Um cara sempre para frente, muito combativo, onde quer que estivesse. De maneira que uma grande perda para os amigos, para Maceió. O nosso meio político sente agora a grande falta do líder comunitário, do amigo e do político Silvânio Barbosa.

Simone Andrade (DEM)

Infelizmente aconteceu essa tragédia com o nosso amigo, vereador Silvânio Barbosa. Um vereador sempre atuante em prol das comunidades, principalmente do Benedito Bentes. Dizer que a gente tem mais que lamentar e dizer que esse monstro tem que pagar e a justiça está aí para botar ele na cadeia. Todos estamos de luto e tristes com essa tragédia, mas a violência não pode continuar acontecendo. A gente tem que dizer um não à violência. Os meus sentimentos para com a família. É o sentimento de toda a Câmara.

Jônatas Omena (PPL)

O que eu posso falar do Silvânio Barbosa é que ele era um vereador atuante, foi muito simpático quando eu cheguei à Câmara, na minha primeira sessão ele me recebeu e que a Câmara só tem a perder. É uma perda lastimável, principalmente do jeito que foi, um crime bárbaro e a gente tem que lamentar toda essa violência que está acontecendo aqui no nosso Estado

Tereza Nelma (PSDB)

Estou profundamente abalada com a triste notícia do falecimento do amigo e companheiro da Câmara, Silvânio Barbosa. Tenho combatido a violência, defendendo o diálogo de ideias. Nada justifica a morte de Silvânio, um vereador atuante e que sempre prezou pelo bem-estar dos maceioenses. Desejo conforto aos corações dos familiares e amigos, ao tempo em que clamo às autoridades pela investigação desse crime, para que os culpados sejam punidos. Mas isso é pouco. Temos que construir uma política de segurança, que previna as agressões e a morte. Sou sempre pela vida. Nunca pela morte.

Lobão (PR)

Maceió ficou órfã de um político comprometido com as questões sociais, que tinha uma presença marcante lá na Câmara. Eu particularmente aprendi muito com ele. Nós iniciamos no mesmo partido, quando ele teve o primeiro mandato de vereador, que foi pelo PSB, e sinto muito de perder aquela figura inquieta, produtiva. Eu já estava muito acostumado a responder a chamada com a voz dele. Ele costumeiramente fazia parte dos trabalhos de secretariado da Casa. Eu sinto muito a perda dele. Da forma como foi. Ele que tinha um futuro político pela frente. Sinto demais. Fico feliz por ter feito parte da história dele. E ele deixou um legado. A prova disso está aqui essa quantidade de pessoas que vieram se despedir e homenageá-lo.

Antonio Hollanda (MDB)

Silvânio foi um excelente vereador. Um vereador que fazia as proposições e, sobretudo, voltado para a parte alta de Maceió, muito mais com o Benedito Bentes. Era muito atuante. Uma pessoa combativa, mas, sobretudo, era uma pessoa amiga. E eu pude presenciar e conviver com ele. Eu, o presidente Kelmann, fizemos uma relação de amizade muito grande. Silvânio ultimamente a gente estava numa parceria, porque além de vereador eu sou médico, e ele é uma figura humana impressionante. Vai deixar uma lacuna muito grande e o Benedito Bentes eu tenho certeza que vai perder um grande líder e uma pessoa que sempre foi combativo, lutou e defendeu o  bairro não só como vereador, mas como líder comunitário, prefeito comunitário que foi.

* com Joyce Marina - estagiária sob supervisão

Mais Imagens:

Últimas Notícias