Quarto suplente é convocado para assumir vaga na Câmara

Luciano Milano

terça, 11 de dezembro de 2018 às 20h40

Dicom/CMM

Sargento Ramalho tem 30 dias para se apresentar e tomar posse

O Diário Oficial do Município desta quarta-feira (12) traz a convocação do suplente de vereador pela coligação “Pra Maceió Voltar a Crescer I”, Marcos André Ramalho Martins, o Sargento Ramalho (PC do B), para assumir a vaga de Galba Netto (MDB), licenciado para dirigir o Procon estadual. A convocação atende à determinação do presidente da Casa, Kelmann Vieira (PSDB), que assinou o documento nesta terça-feira (11). O Sargento Ramalho foi eleito com 4.776 votos nas eleições de 2016 e ficou como 4º suplente da coligação, precedido por Aroldo Martins, que se elegeu deputado federal pelo Paraná; César Lira (PSD), que tomou posse, mas também se licenciou para assumir o Incra em Alagoas, e a primeira suplente Ana Hora (PSD), que foi efetivada como vereadora, após o assassinato de Silvânio Barbosa, em setembro. O militar tem 30 dias para se apresentar e tomar posse.

ORDEM DO DIA – Em mais uma sessão ordinária na Associação Comercial em Jaraguá, os vereadores da capital alagoana aprovaram iniciativas importantes para a população de Maceió. Duas delas foram enviadas pelo Executivo, enquanto que uma é do próprio Legislativo: da prefeitura, os parlamentares aprovaram autorização para cessão, doação ou concessão de parte da Fazenda Provisão, que corresponde a três hectares do terreno para que o Município conclua a obra de pavimentação e drenagem do sistema viário da Eco Via Norte, que liga os bairros do Benedito Bentes e Guaxuma; a outra é autorização para que Maceió realize empréstimo no valor de R$ 10 milhões, no Banco do Brasil, para prolongamento da Avenida Fernando Couto Malta, com pavimentação e drenagem, obra que fará ligação dos bairros do Benedito Bentes e Graciliano Ramos.

REUNIÃO - Nesta terça-feira, os vereadores também se reuniram, mais uma vez, com empresários dos ramos de publicidade, escolas particulares, bares, restaurantes e afins. Na pauta, pedido do grupo para aos parlamentares intercedam junto ao Executivo, a fim de que a Prefeitura reanalise pontos do novo Código Tributário de Maceió, como o aumento de taxas de funcionamento e localização, além de cobranças que os empresários consideram indevidas.

O presidente Kelmann Vieira e o líder do governo na Casa, Eduardo Canuto (PSDB), garantiram aos empresários que farão convite ao secretário de Economia de Maceió, Felipe Mamede, para que ele se reúna, ainda nesta quarta-feira, com os parlamentares, na Associação Comercial em Jaraguá, onde os trabalhos acontecem temporariamente, para que o gestor esclarece pontos das reivindicações dos empresários e as medidas adotadas pela prefeitura.

Mais Imagens:

Últimas Notícias