Audiência Pública vai discutir Sistema Integrado de Mobilidade em Maceió

Dicom/CMM

segunda, 11 de março de 2019 às 12h30

Internet

Debate está marcado para a próxima sexta-feira (15) no Plenário Silvânio Barbosa em Jaraguá, a partir das 9h

Promover um grande debate sobre o Sistema Integrado de Mobilidade em Maceió. Este é o objetivo central de Audiência Pública que será realizada pela Câmara Municipal de Maceió, na próxima sexta-feira (15), a partir das 9h, no Plenário Vereador Silvânio Barbosa. A iniciativa para discutir o segmento é do vereador Luciano Marinho (Podemos). De acordo com o parlamentar, o ponto-chave para a questão é discutir, também, a licitação feita pelo Executivo em 2015.

“Infelizmente, a licitação para o transporte público de ônibus foi feita há quase quatro anos, mas de lá para cá quase nada mudou. Também é de se lamentar que a população, a quem mais interessa a melhoria do serviço oferecido, não foi ouvida como deveria. Hoje, vivemos às voltas com pedidos constantes de reajuste do valor da tarifa, feito pelos donos de empresas, mas há muitos da licitação que não estão sendo cumpridos, pontos como atualização e melhoria da frota. Os usuários do setor continuam tendo que esperar muito tempo nos pontos de ônibus, a frota é sempre menor do que a demanda e a qualidade do serviço é ruim. Por tudo isso, realizaremos a Audiência Pública na próxima sexta-feira com as autoridades competentes para tirar o véu que encobre a situação”, destacou Luciano Marinho.

Entre os órgãos que foram convidados para participar e discutir o tema estão a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), Ministério Público de Contas, representantes das empresas de Maceió, além do Conselho de Transporte Urbano, Sindicato dos Rodoviários e população em geral.

O vereador destaca a efetiva participação dos usuários do sistema, como fundamental para a busca de possíveis soluções para os problemas a serem apresentados durante a sessão. “Há muitos relatos das dificuldades que são enfrentadas por quem precisa se locomover em Maceió, mas quem realmente vive esses problemas são os moradores dos bairros, sobretudo os mais distantes. Por isso, é imprescindível que estas pessoas participem da audiência, não só apontando as demandas como também dando sugestões para a melhoria do transporte na capital alagoana”, ressaltou Marinho.

Mais Imagens:

Últimas Notícias