Audiência pública discute implantação de centros de pistas em Maceió

Clara Vieira

sexta, 05 de abril de 2019 às 15h30

Dicom/CMM

Detran deverá receber doação de terreno para a criação de uma pista de treinamento

Debater a problemática de treinamento de direção veicular e a implantação de centros de pistas em Maceió foi o objetivo da audiência pública realizada nesta sexta-feira (5), no Plenário Silvânio Barbosa, em Jaraguá. A iniciativa foi do vereador Luciano Marinho (PODEMOS).

Entidades como a Smtt, DETRAN, Sindicato dos Centros de Formação de Condutores, Conselho Estadual de Trânsito e proprietários de autoescolas estiveram presentes na sessão.

João Batista, presidente do SindCFC, expôs a necessidade da criação de pistas adequadas para o desenvolvimento de aulas práticas. “Em 1997 só existiam 14 CFCs aqui em Maceió e hoje já temos 43 credenciados ao DETRAN/AL. Apesar do aumento do número desses centros, ainda temos locais de aulas práticas improvisados e desprovidos de qualquer estrutura e segurança para os condutores e alunos. É preciso que sejam desenvolvidos espaços voltados à formação desses alunos, tanto na parte alta, quanto na parte baixa da capital” declarou.

Para Ylvania Martins, proprietária de CFC, as condições de trabalho a que condutores e alunos se submetem são extremamente precárias “Eu preciso disponibilizar filtro solar para meus alunos, já que eles ficam expostos ao sol por tanto tempo. Os instrutores da minha autoescola já foram assaltados e estão, diariamente, suscetíveis a esse tipo de violência. O DETRAN precisa firmar uma parceria maior com o Sindicato para que juntos possamos dar uma condição mais digna de trabalho para todos os envolvidos” afirmou.

TERRENO - Antônio Monteiro, representante do DETRAN, frisou a iniciativa da Companhia Alagoana de Recursos Humanos e Patrimoniais em ceder um novo terreno, localizado na parte alta de Maceió, para a formação dos condutores em um espaço adequado e de qualidade. Além disso, ele ressaltou a necessidade da união das autoridades para resolver essa problemática de treinamento de direção veicular da capital.

Representante da SMTT, Fábio Torres falou da importância de trazer essa discussão para a Câmara, mas deixou claro que, não importa somente a criação de um melhor espaço para as autoescolas realizarem as aulas práticas, mas também a atenção dos condutores à educação no trânsito para que haja mais segurança nas vias em Maceió e menos acidentes.

No encerramento da sessão, o vereador Luciano Marinho ressaltou que vai apresentar o que foi discutido na audiência aos demais vereadores e que a Câmara Municipal continuará contribuindo para a melhoria na formação de condutores da capital.  

Mais Imagens:

Últimas Notícias